É normal na vida de um lutador sentir ocasionalmente aquele incômodo muscular, como disse um sábio bem-humorado, pode realmente ser a fraqueza saindo do corpo.

Seja como for, com lesões não se brinca, um tempinho atrás, a edição #196 de GRACIEMAG publicou um artigo útil para o lutador dolorido voltar aos treinos embalado, a partir de um cardápio inteligente.

“Você sabe por que seus músculos ficam latejando após um campeonato ou sessão árdua de treinos? Esqueça mitos como o ácido lático ou falta de malhação. O incômodo é normal, e faz parte de um processo natural de inflamação do corpo humano, uma resposta ao esforço físico em excesso”

O trecho acima é como começava o artigo, incentivando o praticante de Jiu-Jitsu a não ir à farmácia, mas ao supermercado mais próximo. O segredo dos grandes campeões de fato, é adotar um cardápio rico em alimentos com propriedades anti-inflamatórias.

Primeiro Passo Cortar Tudo Que Atrasa a Recuperação. A ciência hoje concorda com a Dieta Gracie que um organismo saudável precisa ao máximo evitar a acidez, reduzir ao máximo ou cortar refrigerantes, corantes, doces, farinhas, fritura, manteiga e outras gorduras, eliminada ou reduzida a presença desses seus “adversários” na geladeira, basta contar com os alimentos aliados.

Alguns dos principais anti-inflamatórios naturais são:

  • alga,
  • óleo de fígado de bacalhau,
  • raiz de gengibre,
  • alho,
  • salmão,
  • atum,
  • cebola,
  • amêndoa,
  • bacalhau,
  • abacate,
  • castanha-do-pará,
  • cenoura,
  • abóbora,
  • uva,
  • feijão,
  • soja.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *