Maior Escola Pública da América do Sul

Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis (SC), conta com 9 mil alunos, sendo 2.400 envolvidos em diversos esportes, incluindo surfe.

Maior escola pública da América do Sul, o Instituto Estadual de Educação (IEE) representa Santa Catarina no basquete masculino dos Jogos Escolares da Juventude Brasília 2017. Com cerca de 9 mil alunos matriculados nos ensinos Fundamental e Médio, número que corresponde ao total de muitas cidades brasileiras, a escola conta com uma equipe de professores de Educação Física e treinadores específicos de diversos esportes.

“São 2.400 alunos envolvidos em diversos esportes. As aulas de Educação Física são separadas das escolinhas, que ficam em outro complexo, bem no centro de Florianópolis. A escola é bem grande, ocupa um quarteirão inteiro. Temos técnicos específicos de todos os esportes coletivos, judô, ginástica rítmica, surfe (esporte que vai estrear nos Jogos Olímpicos, em Tóquio 2020) temos estúdio de dança, várias atividades extra-curriculares”, explicou Kenyo Nunes, treinador da equipe feminina de basquete.

Kenyo trabalha no colégio desde 2001 e é o coordenador do basquete. Além dele, outros quatro técnicos somente do esporte trabalham com cerca de 400 crianças e adolescentes desde a categoria sub-12, tanto no masculino quanto no feminino.

“Além das aulas no colégio temos núcleos esportivos em vários pontos da cidade. Nosso foco não é o alto rendimento, mas a formação dos jovens”, disse o professor de 40 anos.

Quatro atletas da seleção catarinense – o ala/pivô Matheus Silva, o ala Alexandre Duarte e os armadores Gean Melo e Bruno Alves – da categoria disputam os Jogos Escolares da Juventude. O IEE estreou com uma vitória elástica no grupo B da segunda divisão: 124 x 25 no COOPEVI, de Vilhena (RO).

No outro jogo do grupo, o Colégio Marista de Maceió (AL) derrotou o Colégio Jesus Cristo Rei, de Cachoeiro de Itapemirim (ES), por 57 x 54. As duas melhores equipes do grupo avançam às semifinais e o campeão da segunda divisão, assim como o campeão da terceira e os três melhores times da primeira divisão garantem vaga para disputar os Jogos Escolares da Juventude de 2018, que contará com um novo formato para os esportes coletivos, com 12 equipes disputando o título em apenas uma divisão.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio e do Governo de Brasília.

 

 

 

Referencia: cob.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *